Camaroneses atacam treinador: situação era pior que na França

Portal Terra

JOHANNESBURGO - Eliminada ainda na primeira fase e sem vencer nenhum jogo, a França ficou marcada pelas discussões entre treinador, jogadores e dirigentes. Mesmo assim, o ambiente de Camarões foi ainda pior. Quem afirma é o meia Stéphane Mbia, um dos titulares da seleção durante a Copa do Mundo.

Em entrevistas após a derrota por 2 a 1 para a Holanda, Mbia lembrou os problemas encontrados pelos franceses, mas admitiu que a situação de Camarões era "ainda pior". Em grande parte, os problemas atingiam o mau relacionamento entre os jogadores e o técnico, o francês Paul Le Guen.

O atacante Mohammadou Idrissou criticou demais o trabalho de Le Guen, dizendo que o "odeia". Para o atacante, a seleção camaronesa decepcionou todo o povo que confiava em uma boa campanha. Idrissou disse também que o grupo não era unido, o que prejudicou o desempenho.