Treinador japonês afirma que 'equipe progride'

Agência AFP

ÁFRICA DO SUL - O técnico japonês Takeshi Okada destacou que "esta equipe progride", após a vitória por 3 a 1 sobre a Dinamarca, em Rustemburgo, pelo Grupo E da Copa.

O resultado desta quinta-feira classificou a seleção japonesa para as oitavas da Copa do Mundo na segunda posição da chave, atrás da Holanda.

Uma das perguntas feitas ao técnico foi a respeito da atitude ofensiva de sua equipe, apesar de um empate já servir para classificá-la.

"Não queríamos ser passivos. Esta equipe progride, isso não pode detê-la, disse a eles para atacar. É certo que no primeiro tempo passamos por situações perigosas, mas realizei ajustes táticos. Marcamos com duas faltas, mas 2 a 0 não era suficiente, queríamos mais gols para estar seguros", destacou o técnico.

Sobre o desenrolar da partida e a atitude de seus jogadores, disse que "aumentamos o ritmo e o terceiro gol chegou no momento certo. Estou orgulhoso de meus jogadores. São corajosos, calmos e respeitam os fundamentos. Minha equipe tem uma força que muitas outras não têm, seus 23 jogadores estão unidos, assim como o ''staff''. Queremos demonstrar que o futebol é um esporte de equipe".

Quanto às vantagens que encontrou para sua seleção, destacou o clima frio que existe agora na África do Sul.

"A Copa no inverno nos favorece (...) Antes da Copa, meus jogadores não estavam em sua melhor forma, mas conseguiram alcançá-la para o momento certo".

Sobre a primeira fase, afirmou que "toda vitória em uma Copa é importante, mas a partida de estreia foi a mais importante, se não tivéssemos vencido Camarões tudo teria sido diferente".

Os japoneses enfrentarão o Paraguai, líder do Grupo F, nas oitavas de final.

"Não alcançamos ainda nosso objetivo. Os jogadores descansarão nesta noite e nesta sexta-feira retomaremos nosso trabalho. Ainda não chegamos ao mais alto nível internacional", reconheceu.