'Ainda podemos ganhar a Copa', diz inglês Joe Cole

Agência AFP

JOH - O meia Joe Cole disse nesta quinta-feira que a vitória da Inglaterra sobre a Eslovênia, que valeu a classificação para as oitavas, vai deixar a seleção mais forte. "Nunca estive em uma partida tão tensa como essa", afirmou Cole, que estreou na África do Sul ao entrar no lugar de Wayne Rooney, com dores no tornozelo, a 20 minutos do apito final.

"Joguei em finais da Liga dos Campeões e da Copa da Inglaterra, mas nada perto disso. Os nervos estavam à flor da pele", admite o jogador, com quem o Chelsea não quis renovar.

A campeã em 1966, que jogava com a corda no pescoço, vai pegar a Alemanha no domingo, verdadeiro clássico que valerá uma vaga nas quartas de final da Copa do Mundo.

"Ainda podemos ganhar a Copa. Fazemos isso tudo por quem está em casa", garante o jogador, cuja presença em campo muitos colegas de seleção pediram. "Se o técnico me quiser um minuto em campo, eu jogo. Se me quiser os 90 minutos, eu também jogo. Sou assim", declarou Cole.

O jogador aproveitou a oportunidade para tentar minimizar as turbulências que houve nos bastidores em torno do técnico Fabio Capello: "Os meninos que jogaram foram excepcionais", elogia.