Seleção troca os pés pelas mãos em treino na África

Portal Terra

JOHANNESBURGO - A Seleção Brasileira começou o treino desta quinta-feira em Johannesburgo de maneira diferente. A tradicional roda de bobo que antecede todos os trabalhos brasileiros na Hoerskool Randburg foi substituída por uma atividade curiosa, na qual os jogadores trocaram os pés pelas mãos.

Separados em dois times, os atletas jogaram uma mistura de handebol com rúgbi. Trocando passes com as mãos, os brasileiros não mostraram a mesma intimidade com a bola, levando os companheiros às gargalhadas em alguns momentos.

O objetivo era tocar a bola até chegar a um pequeno gol montado por dois cones nas extremidades da metade do campo utilizada no trabalho. Michel Bastos foi um dos que mais se adaptou, marcando um gol para sua equipe.

Depois, a bola voltou aos pés dos brasileiros. Com o mesmo espaço da atividade anterior, a Seleção fez um trabalho de passes rápidos. Desta vez, os gols saíram naturalmente. Júlio César, Gomes e Doni ficaram treinando separado com o preparador de goleiros Wendell Ramalho.

Com os 23 jogadores à disposição, o técnico Dunga começa nesta quinta-feira a montar o time que enfrenta a Costa do Marfim, domingo, pela segunda rodada do Grupo G. A partida acontece às 15h30 (horário de Brasília), no Estádio Soccer City, em Johannesburgo.