Durban segue exemplo de Johannesburgo e demite grevistas

Portal Terra

DURBAN - Um dia após os trabalhadores que fizeram greve em frente ao Ellis Park serem dispensados, a cidade de Durban tomou a mesma decisão que Johannesburgo. Nesta quinta, os manifestantes que cruzaram os braços na cidade de Durban reclamando o pagamento pelo serviço prestado foram informados de que estavam demitidos. A informação é do site Sport24.

A greve em Durban se deu por conta de os trabalhadores alegarem terem recebido menos do que o combinado. Nesta quinta, quando form à sede da empresa contratante para reivindicarem o dinheiro devido, foram orientados a devolver os uniformes porque não seriam mais utilizados.

Cerca de 2 mil pessoas foram contratadas pela Stalion Security para realizarem a segurança em Durban durante a Copa do Mundo. Ainda não há a confirmação de quantas pessoas foram demitidas e a firma responsável não se manifestou sobre o tema.