Com três de Higuaín, Argentina atropela Coreia do Sul

Celso Paiva e Fábio de Mello Castanho, Portal Terra

JOHANNESBURGO -

Com um futebol envolvente da linha ofensiva e sem dar chances para zebras, a Argentina não tomou conhecimento da Coreia do Sul, uma das surpresas da primeira rodada da Copa do Mundo, e venceu por 4 a 1, no Estádio Soccer City, nesta quinta-feira, em Johannesburgo. O jogo foi marcado por trapalhadas dos defensores das duas equipes, que acabaram dando gols de presente para o adversário, e por uma atuação inspirada de Higuaín, autor de três gols no duelo.

No primeiro tento da partida, Messi bateu falta pela esquerda e Chu Young Park desviou contra o próprio gol. Os argentinos fizeram diversas jogadas com toques rápidos pelo chão, mas não conseguiam vencer o goleiro Jung nos chutes e tiveram que usar as bolas paradas para conseguir o segundo gol, através de uma cabeçada de Higuaín aproveitando cruzamento de Maxi Rodriguez.

A lambança do setor defensivo, porém, não foi um privilégio apenas dos sul-coreanos. No gol dos asiáticos, o zagueiro argentino Demichelis errou passe na frente de Chung Young Lee, que roubou a bola e tocou na saída de Romero.

Amparado por Higuain e Tevez, mais efetivos do que na estreia contra a Nigéria, Messi voltou a desempenhar um bom futebol, fazendo toda a jogada do terceiro gol e iniciando o lance do quarto, ambos marcados por Higuaín. Substituto de Verón, lesionado, Maxi Rodriguez deu mais velocidade ao meio-campo argentino.

A segunda vitória em dois jogos na Copa do Mundo, deixa os "hermanos" bem próximos de uma vaga às oitavas de final. Se Nigéria e Grécia empatarem o duelo das 16h (11h de Brasília), os argentinos avançam à próxima fase. Caso o duelo das outras duas equipes do Grupo B tenha um vencedor, os sul-americanos dependerão apenas de um empate contra a Grécia para garantir o primeiro lugar da chave e a sua manutenção na competição. O jogo

Salvo um ou outro momento durante a partida, o controle das ações no Soccer City esteve sempre com os argentinos. Melhor desde o início, a cabeça de chave do Grupo B dominou a Coreia do Sul e já achou o primeiro gol aos 17min. Messi cobrou falta pela esquerda e, distraído, Park Chu Young colocou nas próprias redes.

Criando boas chances, a Argentina quase ampliou, primeiro com Higuaín e depois em cobrança de falta de Tevez. Enfim ,o segundo gol saiu aos 32min: Maxi Rodríguez cruzou da esquerda, Burdisso desviou e Higuaín só empurrou para as redes.

O primeiro tempo tinha a cara da Argentina e os sul-coreanos pareciam até conformados com uma derrota ainda na primeira etapa. Aceso, Di María exigiu boa defesa de Jung Sung-Ryong, que quase foi vazado por Messi: em linda jogada, o atacante do Barcelona limpou toda a marcação e viu a bola passar próximo. Em um vacilo de Demichelis, aos 45min, a Coreia diminuiu com Lee Chung Yong.

Esperançosa pela igualdade, a Coreia do Sul voltou mais ofensiva no segundo tempo e Yeom Ki-Hun quase empatou aos 12min, mas chutou para fora. Foi um pecado mortal, já que o lance acordou a Argentina e deu início a um massacre nos instantes finais.

Sergio Agüero havia acabado de sair do banco de reservas: na primeira jogada, deu belo passe a Messi, que chutou duas vezes até a bola cair limpa no pé esquerdo de Higuaín, que só teve o trabalho de empurrar.

Aproveitando a oportunidade, Agüero fez nova boa jogada e, da esquerda, colocou a bola com precisão milimétrica na cabeça de Higuaín, que marcou o terceiro e foi substituído logo depois, sendo ovacionado pela torcida de Johannesburgo.

FICHA TÉCNICA

Argentina x Coreia do Sul

Gols: Argentina: Park Chu-Yong (contra) aos 17min do 1º tempo e Higuaín aos 33min do 1º tempo

Coreia do Sul: Lee Chung-Yong aos 46min do 1º tempo

Ponto Forte da Argentina

x

Ponto Forte da Coreia do Sul

x

Ponto Fraco da Argentina

x

Ponto Fraco da Coreia do Sul

x

Personagem do jogo

x

Esquema Tático da Argentina

4-1-3-2

Romero; Jonás Gutiérrez, Samuel (Burdisso), Demichelis e Heinze; Mascherano; Maxi Rodríguez, Messi e Di María; Higuaín e Tevez

Técnico: Diego Maradona

Esquema Tático da Coreia do Sul

4-4-2

Jung Sung-Ryong; Oh Beom-Seok, Cho Yong-Hyung, Lee Jung-Soo e Lee Young-Pyo; Lee Chung-Yong, Ki Sung-Yong (Kim Nam-Ii), Kim Jung-Woo e Ji Sung-Park; Yeom Ki-Hun e Park Chu-Young

Técnico: Huh Jung-Moo

Cartões amarelos

x

Lee Chung-Yong, Yeom Ki-Hun

Árbitro

Frank De Bleeckere (Bélgica)

Local

Soccer City Stadium, em Johannesburgo