Polícia sul-africana prende 17 barrabravas em Pretória

Agência AFP

PRETÓRIA - As forças de segurança sul-africanas prenderam e deportarão 17 supostos barrabravas argentinos, que constam da lista de "espectadores indesejáveis" no Mundial, depois de realizarem em Pretória um controle de 165 torcedores argentinos.

O grupo de 17 torcedores foi entregue aos serviços de imigração para que cuidem de sua deportação, informou a polícia.

As forças de ordem do país organizador do Mundial acompanham com muito cuidado os torcedores argentinos.

Quatro dias antes do início do Mundial, dez barrabravas detidos no aeroporto de Johannesburgo foram expulsos, depois que Buenos Aires comunicou os nomes de 800 às autoridades sul-africanas.