Dunga confia nos curingas da Seleção

Agência AFP

JOHANNESBURGO - O técnico Dunga mostrou durante a partida de estreia da seleção na Copa do Mundo, a vitória de 2-1 sobre a Coreia do Norte, que conta com alguns jogadores atuando como verdadeiros curingas, fora das posições em que eles atuam em seus clubes.

O primeiro caso é o do lateral esquerdo Michel Bastos, que no Lyon joga como meia, mas que na seleção retornou à posição de origem, na qual não atuava desde que foi jogar na Europa, há quatro temporadas. O curioso é que o reserva de Michel, Gilberto, passa pela mesma situação no Cruzeiro.

Já Daniel Alves, considerado por muitos o 12º jogador de Dunga na seleção, entrou durante a partida contra os norte-coreanos no lugar de Elano, autor do segundo gol. Considerado um dos melhores laterais direitos do mundo por suas atuações no Barcelona, na seleção está cada vez mais claro que Dunga conta com o baiano como jogador de meia.

Além disso, na Copa das Confederações do ano passado, Daniel foi escalado inclusive como lateral esquerdo e fez, de falta, o gol da vitória do Brasil sobre a África do Sul na semifinal da competição.

Outro jogador deslocado na partida de terça-feira foi o atacante Robinho. Com a saída de Kaká para a entrada de Nilmar, Dunga recuou o jogador do Santos para o meio, com a função de armar as jogadas do Brasil.

E Robinho mostrou, no segundo gol brasileiro, que pode atuar mais recuado, já que foi dele o passe para Elano balançar a rede.

Este caso é sintomático, já que muitos criticaram a convocação de Dunga para a Copa, na qual aparentemente Julio Baptista seria o reserva de Kaká. Mas como a estreia da seleção na Copa mostrou, Dunga acredita que tem soluções diferentes dentro do próprio elenco para superar eventuais dificuldades.

O volante Ramires é mais um que pode sair do banco para substituir tanto Felipe Melo, o primeiro cabeça de área da equipe, como Elano, fazendo assim a função de quarto homem do meio de campo.

Após a atuação abaixo do esperado no primeiro jogo, o Brasil volta a campo no próximo domingo para enfrentar a Costa do Marfim. A seleção fecha a participação na primeira fase do Mundial contra Portugal, no dia 25.

Se vencer os marfinenses, a seleção garante vaga de maneira antecipada às oitavas de final da Copa e deve decidir o primeiro lugar do grupo contra os portugueses.