Deco justifica insatisfação por ter sido substituído

Portal Terra

JOHANNESBURGO - O meio-campista Deco tentou amenizar as suas declarações após o empate sem gols entre Portugal e Costa do Marfim, na terça-feira. O luso-brasileiro ficou insatisfeito por ser substituído pelo técnico Carlos Queiroz no segundo tempo da partida e disse que foi mal escalado.

Nesta quarta-feira, no entanto, Deco ponderou que fez as reclamações em um momento de nervosismo. Continuou chateado com o seu desempenho, porém projetou a conquista de uma vaga no mata-mata da Copa do Mundo.

- Quero esclarecer que nunca tive e não tenho qualquer problema com o treinador e jamais foi minha intenção colocar em dúvida a liderança e as decisões do professor Carlos Queiroz. As minhas palavras foram proferidas no calor do momento, e sem o melhor discernimento, pois o jogo tinha terminado há pouco e sentia-me profundamente frustrado por não ter ajudado a equipe a ganhar - explicou Deco.

- A primeira parte do jogo não correu bem. No segundo tempo havia mais espaço e eu estava convencido de que poderia ajudar a equipe. Nenhum jogador gosta de ser substituído e eu muito menos. Acreditava que a qualquer momento podia fazer uma assistência ou até um gol que decidisse o jogo. Daí a minha frustração. Motivada principalmente por não poder ajudar a minha equipe. Temos mais dois jogos pela frente e queremos conseguir chegar às oitavas do Mundial. É nesse objetivo que vamos nos concentrar - acrescentou.