Conheça o carrasco espanhol que fala 6 línguas e até português

Dassler Marques, Portal Terra

DA REDAÇÃO - Apostar em um gol da vitória de Gelson Fernandes, contra a Espanha, era uma pedida das mais inacreditáveis. O personagem central desta quarta-feira sequer nasceu na Suíça e raramente balança as redes, mas derrubou a favorita do Mundial e derrubou alguns tabus importantes.

Gelson Fernandes é uma figura atípica, reflexo da globalização que também chega ao futebol. Nasceu em Cabo Verde, país africano em que se fala português, mas chegou à cidade suíça de Sion aos 8 anos com toda a família. Da África, trouxe a paixão pelo esporte e desde a adolescência integrou seleções de base da Suíça. Muitas vezes inclusive como capitão.

O personagem desta quarta-feira de Copa se transferiu do Sion em 2007, para jogar no Manchester City, e impressionou companheiros de clube na Inglaterra. Não tanto pelo futebol, quase sempre tímido, e nem por ter sido a segunda maior venda do futebol suíço até então. Gelson falava seis idiomas com fluência: inglês, francês, alemão, espanhol, italiano e português.

Primo de Manuel Fernandes, famoso jogador português do Valencia, Gelson foi perdendo espaço no elenco do Manchester City enquanto os investidores árabes gastavam milhões para buscar reforços de renome. Deixou o futebol inglês, onde ficou famoso também por ser um jogador inteligente e de vastos conhecimentos diversos. Micah Richards, amigo de elenco, chegou a apontá-lo como "alguém a quem você sempre deve recorrer quando tem uma dúvida".

Há um ano jogando no Saint-Étienne da França, Gelson conseguiu enfim jogar com regularidade, algo que nunca teve na Inglaterra. Assim, sustentou sua titularidade na equipe suíça, e na vitória contra a Espanha completou 23 aparições na equipe principal.

O gol da vitória contra os espanhóis, aliás, foi apenas seu segundo em toda a carreira na seleção. Graças também à heroica atuação defensiva de sua Suíça, Fernandes deu a primeira vitória da história dos suíços contra a Espanha. Até então, eram 15 derrotas e três empates em 18 jogos.