Drogba se diz pronto para enfrentar Brasil e "ajudar" Portugal

Celso Paiva, Portal Terra

PORT ELIZABETH - Depois de começar a partida de estreia da Costa do Marfim, contra Portugal, no banco de reservas, o atacante Didier Drogba afirmou que estará pronto para jogar desde o início o duelo contra o Brasil, válido pela segunda rodada do Grupo G, no Estádio Soccer City, em Johannesburgo, no próximo domingo.

"Estarei pronto até o jogo e começarei como titular. Tenho cinco dias para me recuperar, acho que dará tempo", disse o atacante do Chelsea. Drogba, que sofreu uma fratura no cotovelo direito durante amistoso com o Japão há cerca de dez dias, brincou com os jornalistas portugueses quando questionado se marcaria gols contra o Brasil.

"Por que vocês perguntam isso? Vocês querem que ganhemos do Brasil para ajudá-los? Tentarei fazer isso", brincou o jogador marfinense. Principal estrela da seleção africana, Drogba comemorou o resultado de 0 a 0 contra Portugal.

"Não sei para os portugueses, mas para nós o empate foi bom", afirmou o atacante, que disse que não entrou em campo forçado pelo técnico Sven Göran Eriksson ou pelo departamento médico. "Eu disse para o treinador que estava pronto se ele precisasse. Estou bem".

A presença de Drogba em campo foi criticada pelo técnico de Portugal, Carlos Queiroz. O comandante português afirmou que a proteção utilizada pelo marfinense na partida quebrou regra da Fifa e que poderia machucar algum jogador da sua seleção.