África do Sul distribuirá 1 milhão de camisinhas durante a Copa

Portal Terra

JOHANNESBURGO - O departamento de saúde da África do Sul promete distribuir um milhão de camisinhas durante o período da Copa do Mundo, segundo informou o site Sport 24 nesta quinta-feira. O país anfitrião do Mundial tem um dos maiores índices de pessoas com o vírus HIV, que causa a Aids.

Segundo dados divulgados pela ONU, estima-se que das 48 milhões de pessoas que vivem na África do Sul, cerca de 5,7 milhões estão infectadas com o HIV.

Além dos preservativos, a população sul-africana e os turistas que estiverem no país receberão instruções de uso da camisinha e outras formas de se preservar a doença.

Só na Cidade do Cabo serão distribuídas 160 mil camisinhas por meio de 60 hotéis na cidade. A secretaria de turismo usará o slogan "jogue seguro na Cidade do Cabo" para promover as políticas de prevenção da Aids.

Recentemente, organismos que combatem a doença na África do Sul acusaram a Fifa de bloquear o acesso às camisinhas e ao material educacional usado para prevenção da Aids nas nove sedes sul-africanas do Mundial. A entidade que regulamenta o futebol mundial negou o fato.