Educação valoriza profissional

Jornal do Brasil

DA REDAÇÃO - Empresas investem em cursos de conduta, para reduzir demissões de maus empregados

A vida profissional obrigou as pessoas a passar mais tempo no trabalho do que ao lado da família ou dos amigos. No entanto, ficar 10, 12 ou até mais horas convivendo com dezenas de companheiros de empresa não quer dizer, necessariamente, que esta relação permite comportamentos de excessiva intimidade.

Levantamento realizado em várias corporações revelou que 80% das demissões ocorrem muito mais por questões comportamentais do que propriamente por incapacidade profissional. Esta falta de etiqueta de conduta no trabalho vem preocupando várias organizações, que têm procurado a ajuda de consultores para promoverem worshops visando orientar os trabalhadores a se vestirem adequadamente, aprimorar o relacionamento interpessoal, passando também pela fofoca e comportamento à mesa.

Pode parecer tolice, mas segundo a consultora em gestão de carreira e imagem, Waleska Farias, situações como estas podem e contribuem no desempenho dos colaboradores na empresa, muitas vezes trazendo sérios prejuízos.

Hoje as pessoas são meio selfish, elas decidem, elas resolvem, elas agem da maneira que acham melhor. E, no mundo corporativo, a realidade não é esta. Até porque existem outras pessoas lembra.

Conflitos

Exemplos de conflitos entre companheiros não faltam em sua lista de cases . Todas situações ocasionadas pela falta de etiqueta e respeito ao próximo.

Passarmos muitas horas com as pessoas do trabalho não gera, obrigatoriamente, intimidade. Um caso que marcou foi o de um funcionário de determinada empresa que nas horas vagas era vendedor e possuia vários celulares, cada um com toques diferentes, que irritavam os colegas de trabalho. Certa vez, o dono dos celulares saiu para fumar e os telefones tocaram insistentemente. Quando retornou estavam todos na lixeira conta.

Segundo a especialista, outro problema muito comum é a maneira de se vestir e comportar. Para ela, nada justifica a pessoa ter uma aparência desleixada, o que pode pesar, inclusive, na hora de uma promoção.

Um caso que me chamou a atenção, foi o de uma ótima funcionária do setor de vendas, que infelizmente não sabia se trajar nas visitas aos clientes, o que acabou gerando o cancelamento da venda, já que ela estava lidando com um executivo. Esta mesma pessoa teve outros problemas, como ter ofendido o dono da empresa durante um almoço. Se não estava satisfeita, deveria ter pedido demissão diz.