Álcool, drogas e estresse: a combinação perigosa

Jornal do Brasil

RIO - Um dos grandes desafios nas relações interpessoais entre patrões e empregados está exatamente fora do ambiente de trabalho. E tem um nome: conflitos pessoais. Problemas relacionados à família, financeiros ou de saúde física e mental, como distúrbios de comportamento provocados pelo envolvimento com drogas, por vezes dificultam a convivência e tendem a apresentar reflexos na produtividade do trabalhador.

Os trabalhadores não podem ser comparados a robôs, não ter sentimentos ou não deixar suas emoções influenciar. Estar equilibrado emocionalmente é um dos pré-requisitos básicos para ser alcançar êxito no ambiente laboral alerta a socióloga do trabalho, Natália Pacheco Junior.

Há uma tendência maior de conflitos entre patrão-empregados-colegas quando um funcionário leva seus problemas para o ambiente de trabalho, segundo a socióloga. Qualquer fato ou situação que abale psicologicamente uma pessoa gera impactos em seu rendimento, já que altera o humor, diminui a aceitação a críticas e dificulta a concentração e atenção levando a maior probabilidade de cometer erros , afirma.