Secretaria de Fazenda lança edital de concurso

JB Online

RIO - A Secretaria Estadual de Fazenda acaba de lançar edital para o preenchimento de 100 vagas para o cargo de fiscal de rendas da terceira categoria, sendo 5% destinadas a portadores de deficiência.

O salário inicial é de R$ 9.885,40. O concurso terá duas provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório, que serão realizadas no município do Rio. É necessário ter nível superior.

As inscrições deverão ser feitas das 9 horas de 22 de fevereiro às 20 horas de 23 de março de 2010, pela internet, através do site da Fundação Getúlio Vargas - banca organizadora do concurso - https://concurso.fgv.br/sefaz10, ou no Colégio Estadual Amaro Cavalcanti, no Largo do Machado, 20. O valor da taxa é de R$ 150,00. Poderá requerer isenção do pagamento o candidato com renda familiar máxima de R$ 319,23.

A primeira prova será língua portuguesa (18 questões); matemática financeira e estatística (18); economia e finanças públicas (16); administração (26); direitos constitucional, administrativo e civil (22). A segunda terá direito empresarial/comercial (20 questões); direito tributário (20); legislação tributária e demais normas sobre fiscalização (40) e contabilidade geral e de custos e auditoria (20).

As provas, com duração de cinco horas cada, serão aplicadas nos dias 18 e 21 de abril de 2010, com início às 13 horas. Os locais serão divulgados, também, na internet, no endereço

eletrônico https://concurso.fgv.br/sefaz10, na data provável de 13 de

abril.

De acordo com Fábio Gonçalves, diretor da Academia do Concurso Público,a área fiscal é hoje uma das mais procuradas pelos concurseiros, o que deve tornar a disputa pelo cargo de fiscal de rendas da Secretaria de Fazenda do Rio de Janeiro um dos mais concorridos no estado nos últimos anos. A base de conhecimento na área fiscal não muda. Isso faz com que pessoas que estudaram para outros concursos dessa mesma área tenham agora uma excelente oportunidade com o concurso de fiscal de rendas, bastando se adaptar ao que pede o edital , afirmou.