Preparem-se para 2010

Adão de Matos Júnior , Jornal do Brasil

RIO - Com o arrefecimento da crise, as empresas estão otimistas de novo. A economia brasileira é apontada como uma das mais sólidas neste período fomos os últimos a entrar e os primeiros a sair da turbulência e a taxa Selic tem o menor índice da história do Brasil. A expectativa de crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) para 2009 é de 0,12%, de acordo com dados do Boletim Focus do Banco Central muitos países desenvolvidos terminarão o ano ainda em recessão, ou seja, crescimento negativo.

Para 2010, a previsão é de grande melhora. A expectativa de crescimento do PIB é de 5% e para atingirmos este crescimento econômico, o país precisará produzir mais, as empresas terão que aumentar a sua capacidade e contratar mais funcionários que, por sua vez, poderão aumentar o consumo de produtos e serviços ou seja, entraremos em um círculo virtuoso e extremamente positivo para as empresas brasileiras.

Para conseguirmos atender a nova demanda desenhada neste atual cenário econômico, é de suma importância que os executivos e empresários revisem os orçamentos financeiros e estratégicos para 2010. Entretanto, para isso, é fundamental que os gestores destas organizações tenham pleno conhecimento dos processos atuais e das possíveis variáveis do ambiente em que elas estão inseridas.

O orçamento engloba diversas áreas das empresas recursos humanos, financeiro, tributário, vendas, compras, produção, dentre outros. Para elaborá-lo, temos que pensar nas ações que serão tomadas durante um período de tempo e o que precisaremos para alcançar estes resultados. Mas como podemos prever algo que não temos o controle, principalmente pós-crise? Como ter, por outro lado, os conhecimentos dos processos da empresa?

Mapear os processos da organização. Está é a resposta para que os gestores consigam alinhar suas áreas e processos. Este mapeamento pode ser feito internamente com o deslocamento de funcionários, formação de equipes própria para o serviço etc. ou através de empresas especializadas, como um serviço pontual e sem modificação na estrutura da empresa.

O otimismo só se transformará em realidade se ele for adequado ao momento econômico com eficiência. E as variáveis existentes de apoio e suporte, neste momento, podem ser essenciais para se aproveitar deste cenário promissor com mais rapidez.

Adão de Matos Júnior é gerente da filial Belo Horizonte da Trevisan Outsourcing.