Estrangeiro tira R$1,3 bilhão da BM&FBovespa

SÃO PAULO, 22 de outubro de 2009 - A bolsa brasileira registrou saída líquida de estrangeiros de mais de R$ 1 bilhão na última terça-feira, primeiro dia de vigência do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) sobre os investimentos externos, segundo dados da BM&FBovespa divulgados nesta quinta-feira.

As vendas de ações por não-residentes superaram as compras em R$ 1,262 bilhão no dia 20, com a reação inicial após o ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciar a alíquota de 2% do IOF sobre aplicações em renda fixa e ações.

Naquele pregão, o Ibovespa fechou em baixa de 2,88%, maior queda diária em quatro meses. Durante os negócios, a queda chegou a ser de quase 5%.

Com isso, o superávit estrangeiro na Bovespa em outubro até a última terça-feira caiu para R$ 3,757 bilhões, ao passo que o saldo líquido no ano até a mesma data cedeu a R$ 21,764 bilhões.

(Redação - JBOnline)