Maicosuel acha difícil retornar ao Botafogo em 2010

JB Online

DA REDAÇÃO - O meia do Hoffenheim, Maicosuel, comentou nesta quinta-feira as notícias que envolvem o interesse do Botafogo de repatriá-lo em 2010. O jogador reafirmou seu desejo de retornar ao clube no futuro, mas acha pouco provável que isso aconteça nas próximas temporadas, já que está totalmente adaptado à cidade e ao clube alemão. Além disso, Maicosuel revelou que o presidente do Hoffenheim, Peter Hofmann, já o procurou para dizer que está satisfeito com seu rendimento nesses primeiros meses com a camisa do Hoffenheim e que não tem a intenção de negociá-lo nas próximas temporadas.

- Fiquei muito feliz quando soube do interesse do Botafogo, mas considero praticamente impossível retornar no ano que vem por estar conseguindo desenvolver um bom trabalho aqui. O próprio presidente do Hoffenheim me procurou para dizer que está feliz com meu início no clube. Minha família está totalmente adaptada à cidade e isso me deixa ainda mais tranquilo para seguir na Alemanha. Mantenho o que disse quando deixei o Brasil. Quando voltar para o país, a prioridade será do Botafogo, por tudo o que passei no início do ano e pelo carinho que tenho pela torcida - disse o jogador.

Maicosuel aproveitou para esclarecer os motivos de não estar jogando todas as partidas do Hoffenheim como titular. Ele lembrou que está passando por um período de adaptação à forma de jogar na Alemanha, como acontece com a maioria dos jogadores brasileiros que chegam ao país. Outro motivo revelado pelo jogador é o fato de o técnico do Hoffenheim, Ralf Rangnick, o estar escalando como atacante, já que não utiliza meias de ligação em seu esquema tático.

- Realmente ainda não sou titular absoluto no Hoffenheim, mas isso acontece porque estou passando por um período normal de adaptação à forma de jogar no país. Além disso, o esquema tático da minha equipe não utiliza meias de ligação e estou jogando como atacante. No começo tive um pouco de dificuldade, mas já me acostumei com a mudança de posição - concluiu Maicosuel.