Vasco: Philippe Coutinho é absolvido e Alan renova

Jornal do Brasil

RIO DE JANEIRO - Philippe Coutinho, expulso na vitória do Vasco por 2 a 1 sobre o Paraná, em São Januário, no último dia 11, foi absolvido por unanimidade do julgamento no STJD Com isso, ele está liberado para o jogo deste sábado.

Outra boa novidade é a que o volante Alan, titular deste sábado contra o Duque de Caxias, prorrogou o seu contrato com o Madureira por cinco temporadas e acertou a sua permanência na Colina por quatro anos. O Vasco detém 50% dos direitos do jogador, enquanto o Madureira é dono da outra parte. Alan ganhou uma oportunidade com Dorival Júnior depois da ida de Souza para a Seleção sub-20.

Para o jogo deste sábado, o lateral-esquerdo Ramon atentou para a necessidade de evitar o clima de já ganhou e de focar as atenções no campo.

A torcida tem que ficar empolgada pelo papel que estamos desempenhando, mas isso não vai nos afetar dentro do campo. Muita gente acha que, pela tabela, o Duque de Caxias vai ser fácil. É um adversário difícil, que está buscando sair da zona de rebaixamento. Temos que nos preparar ainda mais. Precisamos manter a mesma concentração, a mesma vontade e o mesmo espírito de luta para conseguirmos vencer. Mas, se entrarmos no oba-oba, a gente vai ter problemas explica.

Para ele, o jogo no Maracanã é um fator positivo.

A gente está mais ambientado ao Maracanã porque temos jogado sempre aqui. Para nós é melhor jogar no Maracanã do que em Edson Passos afirma.

Ramon admite queda

O lateral, que tem atuado com regularidade, admitiu ter caído de produção depois de um grande início no Vasco. Ele atribui o fato à notoriedade que ganhou.

Antes, ninguém sabia quem era o Ramon. Tinha o Carlos Alberto, que chamava muita atenção, e sobrava mais espaço do lado do campo. Depois que viram meu potencial, começaram a marcar mais e fechar a minha área. Tenho de buscar formas para melhorar. A fase do início do ano era ótima. Vou buscar me movimentar mais, jogar mais cadenciado e ir só ao ataque na boa afirmou, e falou da importância da partida deste sábado para a equipe. É um clássico para a gente. Não podemos pensar em jogo contra o Flamengo, nossa realidade é a segunda divisão. Nossas principais partidas são contra o Duque de Caxias, Atlético-GO e por aí vai.