Filmes valem como preparação

JB Carreiras, JB Online

REDAÇÃO - Grande parte dos concursos de nível médio, e até mesmo alguns de nível superior, tem seus conteúdos programáticos baseados em conteúdos de Língua Portuguesa, Matemática, Geografia, História do Brasil, História Geral e Atualidades.

Já que os assuntos são bastante amplos, o JB Carreiras elaborou uma estratégia diferente para auxiliar nos seus estudos: que tal preparar a pipoca e assistir a alguns filmes?

O conteúdo programático destes concursos contempla temas que já foram tratados em diversos filmes, como o nazi-fascismo e a Segunda Guerra Mundial, a estrutura política e os movimentos sociais no período militar brasileiro, e os problemas ambientais.

No entanto, Mônica Brincalepe Campo, professora de História Contemporânea da Faculdade Cásper Líbero, de São Paulo, faz uma ressalva quanto a utilização deste tipo de meio na preparação dos candidatos:

Todos os filmes, documentários ou ficções, são representações realizadas sobre a história, e não a história. Assim, sempre se está diante de uma apropriação e da elaboração de um discurso, que pode ser mais ou menos eficiente em sua transparência narrativa. O candidato deve assisti-los como uma complementação dos conteúdos estudados, e deve estudá-los quanto aos conteúdos afirmou a professora.

Todos os filmes sugeridos estão disponíveis em DVD e alguns também em blue-ray.

Confira abaixo as indicações dos mestres Sonia Maria Souza Santa Cruz, Monica Campo e Alex Mendes.

Indicações de Sonia Maria Souza Santa Cruz, professora do curso Solução (SP):

Reds (1981)

Conta a história de John Reed (1887-1920), um radialista, que acompanhou a Revolução Russa em 1917. "Isso ocorreu durante a Primeira Guerra Mundial e levou à saída da Rússia do conflito", observa Sonia.

Dias de glória (2006)

No ano de 1943, 130 mil soldados das colônias francesas na África foram convocados para integrar as forças armadas francesas em combate ao nazi-fascismo. "O filme retrata o colonialismo e a luta de interesses entre colônia e metrópoles", analisa a professora.

Treze dias que abalaram o mundo (2000)

O filme relata a crise dos mísseis em Cuba, quando a União Soviética envia à ilha mísseis e ogivas nucleares que poderiam potencialmente atingir os Estados Unidos. O presidente John Kennedy e sua equipe devem decidir entre iniciar a guerra ou tentar uma saída diplomática para a questão.

Torres gêmeas (2006)

O filme traz a história, baseada em fatos reais, de policiais que arriscaram a vida tentando resgatar os sobreviventes e que acabaram presos aos escombros do World Trade Center após o atentado de 11 de setembro. "Na nova ordem mundial que sucedeu ao mundo bipolar da Guerra Fria, dividido entre URSS e EUA, há a multipolaridade do poder e a vitória do modelo capitalista".

Fahrenheit 11 de setembro (2004)

O filme faz uma provocativa análise da administração do governo Bush após os eventos de 11 de setembro de 2001. Moore aponta as razões para Bush e sua equipe evitarem associar o ataque aos sauditas, sendo que a maioria dos sequestradores era dessa nacionalidade, e que foi dinheiro saudita que fundou a Al Qaeda. "Além de mostrar como Bush reagiu aos ataques, o filme vai além ao tratar de consequências, como a invasão do Iraque".

O ano em que meus pais saíram de férias (2006)

A ação se passa em 1970, quando o Brasil vive a ditadura militar, ao mesmo tempo em que sonha ser tricampeão mundial de futebol. Nesse contexto, Mauro, um garoto de 12 anos, é separado dos pais, militantes de esquerda, que o levam para morar com o avô. Algo inesperado acontece e o menino fica sob os cuidados de Shlomo, um velho judeu. Segundo a profª Sonia, essa obra permite que seja estudada a repressão que o regime militar impôs ao país.

Alex Mendes, professor da Academia dos Concursos Públicos (RJ)

Quem quer ser um milionário? (2008)

O filme tem uma abordagem realista da Índia, país que tem chamado a atenção, principalmente, por seu elevado crescimento econômico. Na trama, Jamal Malik, um órfão de 18 anos das favelas de Mumbai, está a apenas um passo de ganhar o prêmio de 20 milhões de rúpias da versão local do programa Quem quer ser um milionário?. "O jogo é adiado e o rapaz preso, revelando a desconfiança de fraude e a desigualdade social em solo indiano", observa Mendes.

Uma verdade inconveniente (2006)

O ex-vice presidente americano Al Gore apresenta os mitos, verdades e os riscos que corre nossa civilização em um documentário sobre o aquecimento global. "O filme também aborda o Protocolo de Kyoto, o posicionamento americano sobre a questão e as saídas para que o planeta não sofra uma catástrofe climática".

Tropa de elite (2007)

Nascimento (Wagner Moura), capitão da Tropa de Elite do Rio de Janeiro, é designado para chefiar uma das equipes que tem como missão "apaziguar" o Morro do Turano por um motivo que ele considera insensato. Em casa, sua mulher grávida o pressiona para sair da linha de frente. O capitão sente os efeitos do estresse e busca por um substituto. "Paralelamente, entra em discussão a falência do modelo de polícia e segurança publica, bem como a corrupção policial".

Mônica Brincalepe Campo, professora de História Contemporânea da Faculdade Cásper Líbero (SP)

35 - O assalto ao poder (2002)

Documentário que trata das insurreições militares que tentaram derrubar o governo Vargas em novembro de 1935. Os três levantes de Natal, Recife e Rio de Janeiro fracassaram política e militarmente.

Anos rebeldes (1992)

A minissérie mescla história e ficção ao abordar o período da ditadura militar. No Rio de Janeiro, a trama acompanha o romance dos jovens Maria Lúcia e Alfredo, que vivem um conflito em razão da política e da ideologia de cada um. Vale destacar que a exibição da obra coincidiu com o período de crise do governo Collor, quando os jovens caras-pintadas saíram às ruas para pedir o impeachment.

(Com Agência JC Concursos)