Time bem em casa e técnico comemora três pontos sobre o Inter: 3 a 2

Jornal do Brasil

RIO - O técnico Ney Franco sorria aliviado ao fim da partida. Neste sábado, no Engenhão, o Botafogo derrotou o Internacional por 3 a 2. O resultado deixou o time alvinegro temporariamente na 15ª posição do Brasileiro, com 15 pontos. Ney, finalmente, viu a equipe jogar bem e vencer em casa. E poderá muito bem sorrir ainda mais neste domingo, no complemento da rodada. Basta que Cruzeiro ou Sport pelo menos empate para o Botafogo sair da zona de rebaixamento.

Os gols alvinegros foram marcados por Wellington, André Lima e Alessandro. Mas o destaque do time alvinegro mais uma vez foi o zagueiro e capitão Juninho. Com suas cobranças de falta e chutes certeiros, levou perigo ao goleiro Michel Alves.

O Botafogo começou assustando. Diante de um Inter em crise, o time de Ney Franco se lançou ao ataque nos primeiros minutos. Aos 5, André Lima ajeitou de cabeça para Batista, que desperdiçou boa oportunidade chutando pra fora. Aos 9, Juninho cobrou falta com violência. Michel Alves se esticou para salvar.

A pressão alvinegra aumentou. E assim, no minuto seguinte, o zagueiro Wellington abriu o marcador. Após cruzamento forte de Victor Simões, da direita, a bola saiu a meia altura, o goleiro não segurou e, no rebote, Wellingon só escorou: 1 a 0.

Com a vantagem no placar, o Botafogo tomou conta do jogo. André Lima ainda não havia marcado desde que voltara a General Severiano. Aos 15, o atacante tentou. Lucio Flavio cruzou da direita, e quando o camisa 9 ia empurrando para o gol, o goleiro se esticou todo novamente para salvar.

Mas, na cobrança de escanteio, Renato, de cabeça, deu um belo passe para o atacante, que se atirou na frente de Michel Alves para mandar para o fundo da rede: 2 a 0. E assim o primeiro tempo foi facilmente dominado pelos donos da casa. Juninho, aos 31, ainda carimbou a trave numa cobrança de falta. A bola explodiu no poste esquerdo do goleiro. Aos 38, Victor Simões teve a chance de ampliar, mas o goleiro salvou. O atacante alvinegro entrara livre na área colorada, mas pecou na finalização.

Veio o segundo tempo e o Inter conseguiu colocar emoção no jogo. Logo no primeiro minuto, Sandro foi derrubado na área por Leandro Guerreiro. Pênalti que Andrezinho cobrou e diminuiu: 2 a 1, aos 2 minutos. O gol acordou o time de Tite. O Colorado foi à frente buscando o gol de empate.

Mas os alvinegros ainda tinham mais padrão de jogo. Com boa movimentação, entrava no campo adversário com facilidade, o que possibilitou um lance de perigo, aos 8. De novo com Juninho, em cobrança de falta, novamente na trave.

Porém, mesmo num dia em que o time ia bem, os visitantes empataram, com Leandrão, aos 18. O time alvinegro, no entanto, não se entregou e chegou à vitória, aos 30, com Alessandro, completando cruzamento de Batista.

Precisávamos desse resultado desabafou o lateral.