Sem Luxemburgo, Palmeiras cede empate ao Santos

Portal Terra

SÃO PAULO - No final de uma semana polêmica, em que perdeu o técnico Vanderlei Luxemburgo e viu o artilheiro Keirrison ficar mais próximo de anunciar a saída, o Palmeiras desperdiçou a chance de se recuperar diante de seu último algoz nacional. No mesmo Palestra Itália, palco da eliminação no Campeonato Paulista contra o mesmo adversário, o time saiu em vantagem, mas cedeu o empate por 1 a 1 ao Santos neste domingo, pela oitava rodada do Brasileiro.

No dia seguinte à demissão de Luxemburgo, que se mostrou insatisfeito com as negociações adiantadas de seu camisa nove com o Barcelona, a equipe alviverde foi dirigida interinamente por Jorginho, do Palmeiras B. E diante da ausência de Keirrison, brilhou a estrela de seu substituto: o ex-flamenguista Obina marcou ainda na primeira etapa, mas viu o time sofrer o empate na etapa final, com tento anotado por Róbson.

Com a igualdade na capital paulista, as especulações de futuros treinadores devem rondar as duas equipes, já que o santista Vágner Mancini segue ameaçado no cargo. Com a demissão de Luxemburgo no rival, além do desemprego do ex-são-paulino Muricy Ramalho (também cotado no Palmeiras), o treinador alvinegro vive situação delicada e encontra resistência em parte da torcida e dirigentes, que são favoráveis à troca no comando.

Além da vingança alviverde ser adiada e a manutenção da vantagem santista no retrospecto da temporada (com duas vitórias alvinegras e uma palmeirense), o duelo deste final de semana registrou o reencontro entre os desafetos Diego Souza e Domingos, personagens do tumulto registrado na semifinal do Paulista. No entanto, neste domingo, os jogadores não repetiram a confusão do Estadual e até se cumprimentaram antes do início da partida.

Na etapa inicial, o Palmeiras só transformou o maior domínio em vantagem no placar aos 33min de bola rolando, graças ao oportunismo de Obina. Depois de um chute de fora da área de Cleiton Xavier, que o goleiro Douglas (substituto de Fábio Costa) não conseguiu segurar, o ex-flamenguista aproveitou o rebote e só empurrou para as redes.

Porém, no segundo tempo, aos 36min, a pressão santista teve resultado com o gol de empate. Depois de sair nos pés de Kléber Pereira e salvar o Palmeiras no primeiro lance, Marcos nada pôde fazer quando Wágner Diniz deu assistência para Róbson finalizar no canto e fechar o placar no clássico paulista.