Ligação com a rede de esgoto é a solução

Agostinho Guerreiro*, Jornal do Brasil

RIO DE JANEIRO - Agrande proposta que surgiu de uns tempos pra cá foram os banheiros químicos. De uma maneira geral, a maioria desses sanitários tem qualidade entre o precário e o razoável. Como são químicos, são o próprio recipiente da urina e das fezes. Torna-se uma coisa incômoda, sobretudo quando não há recolhimento organizado e sistemático. Não basta instalar o banheiro, tem que ser feita a manutenção constante, em geral mal feita. Há uma ideia tão simples. No Rio de Janeiro, a maior parte dos lugares de grande concentração de pessoas é próxima à rede de esgoto. Por que não se faz um sistema coletor ligado a esses banheiros? Um sistema de coleta que sai de cada banheiro e converge para um único cano, que leva os detritos para a rede coletora de esgoto? Faz-se uma grande economia, dispensa-se a substância química e não se acumulam fezes nem urina. E o funcionário da manutenção não precisará lidar diretamente com os dejetos.

Precisaríamos de um planejamento estratégico, com pontos coletores espalhados pela cidade. Ficam ocultos, e são acionados quando se precisa deles. Onde a rede coletora não chegar, pode-se usar os banheiros químicos, que será um complemento desse sistema. Ficariam responsáveis por cerca de 20% do atendimento ao público. Mas não seriam usados em toda e qualquer ocasião como hoje é feito. As pessoas preferem evitar o uso do banheiro químico, pela quantidade de fezes e urina que deixa o ambiente insalubre e degradado.

Normalmente, nos países mais desenvolvidos, esse serviço na maior parte das vezes é pago. Eu diria que precisaria haver, em termos de banheiro público, preços módicos, ou que fosse eventualmente, até de graça. O poder público teria que bancar. O problema, é que, quando não há um funcionário destinado a cuidar de suas instalações, o lugar acaba ficando sujo. Vira ponto de encontro de viciados em drogas e prostituição.

Presidente do Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura

do Rio de Janeiro

* Engenheiro