Menor aversão a risco derruba dólar

SÃO PAULO, 19 de junho de 2009 - O dólar operou em queda nesta manhã, influenciado pela maior disposição em assumir risco dos investidores. Mais otimistas com o horizonte da economia global, os players compram ações e vendem dólar, fazendo com que as principais bolsas de valores acumulem ganhos e as demais moedas se valorizam ante o dólar. No fim da primeira etapa, a divisa norte-americana recuou 1,11%, para R$ 1,954 na venda.

A sessão também é marcada pelo avanço das commodities, o que beneficia os ativos brasileiros - grande exportador dessas matérias-primas. " O sentimento de que haverá aumento da demanda por petróleo, com a recuperação do crescimento econômico ao redor do mundo, eleva as cotações", comenta um operador.

Ainda influencia o câmbio a decisão do Banco Central (BC) de prosseguir com a rolagem dos contratos de swap que vencem em 1º de julho. A autoridade monetária ofertou até 12.930 contratos de swap cambial que somam cerca de US$ 646 milhões. O leilão aconteceu entre 12h30 e as 13 horas e o resultado será divulgado a partir das 14h30.

Segundo analistas, a rolagem dos contratos surpreendeu o mercado, que apostava na liquidação e já se preparava para entregar cerca de US$ 2 bilhões ao BC no próximo dia 1º.

(Simone e Silva Bernardino - IN)