Endividamento dos paulistanos recua em junho

SÃO PAULO, 18 de junho de 2009 - O endividamento das famílias paulistanas registrou queda no mês de junho, ao atingir 49%, ante os 52% reportados no mês anterior. Este é o segundo mês seguido de recuo no índice, conforme apontou a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC), da Federação do Comércio do Estado de São Paulo (Fecomercio).

O levantamento mostrou que no total das famílias com contas em atraso (inadimplentes) no município de São Paulo também foi registrado declínio em junho, ficando em 20%, contra 21% em maio e 22% em abril.

"O aumento da confiança do consumidor é um dos fatores que favoreceu a melhoria dos resultados da PEIC deste mês, influenciado, principalmente, pela continuidade da expansão da oferta de crédito ao consumidor, expectativa de redução da taxa de juros, bem como as medidas pontuais do governo para o aquecimento da economia", afirmou em nota Adelaide Reis, economista da Fecomercio.

Neste mês, entre os tipos de dívida mais utilizados pelas famílias é o cartão de crédito, com 63% do total.

Já em relação ao prazo médio de comprometimento da renda dos consumidores com dívidas, o estudo mostrou que as maiores incidências acontecem nos prazos entre 3 e 6 meses.

(Redação - IN)