Barril encerra em alta, após recuo dos estoques

SÃO PAULO, 17 de junho de 2009 - Os preços do petróleo encerraram a quarta-feira em alta no mercado internacional, pela primeira vez em quatro dias, após o governo norte-americano reportar um declínio maior que o esperado dos estoques da commodity e um aumento da demanda por combustível.

O preço do barril de petróleo do tipo WTI, com vencimento em julho, encerrou com alta de 0,8%, cotado a US$ 71,02 na Bolsa de Mercadorias de Nova York (NYMEX, sigla em inglês).

Já o barril do tipo Brent, com vencimento em agosto, terminou com valorização de 0,8%, negociado a US$ 70,78 no ICE Exchange de Londres.

Os estoques de petróleo nos Estados Unidos reportaram queda de 3,9 milhões de barris na semana encerrada no dia 12 de junho, na comparação com a semana anterior, informou o Departamento de Energia dos EUA (DOE, na sigla em inglês). Os estoques chegaram a 357,7 milhões de barris. Em relação à mesma semana do ano anterior houve uma expansão de 57,9 milhões de barris nas reservas. Já o consumo de combustíveis subiu 1,3% na mesma base de comparação, para 19 milhões de barris por dia, o que caracteriza o maior patamar desde março.

Por sua vez, os estoques de gasolina subiram 3,4 milhões de barris na comparação com a semana anterior. Em relação a mesma semana do ano passado, houve queda de 3,3 milhões. As refinarias norte-americanas operaram com 85,9% da capacidade.

(Redação - IN)