Arrecadação é menor que o previsto, diz Bernardo

SÃO PAULO, 17 de junho de 2009 - A queda na arrecadação dos impostos em maio foi maior do que o previsto pelo governo, afirmou hoje o ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Paulo Bernardo.

"Mesmo sabendo que íamos ter queda, a verdade é que ficou mais abaixo ainda", ressaltou o ministro. Ele atribuíu o movimento ao recuo do nível de produção do País e aos cortes de impostos, como medida para fortalecer o consumo.

Ontem, a Receita informou que foram arrecadados R$ 49,8 bilhões no mês passado, 6,06% a menos que os R$ 53 bilhões registrados em maio de 2008, já descontada a inflação oficial pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Paulo Bernardo fez as afirmações depois de abrir o seminário sobre o papel das estatais no atual cenário econômico. As informações são da Agência Brasil.

(Redação - IN)