Sony emite 1,607 bi de euros em dívida

SÃO PAULO, 9 de junho de 2009 - A Sony anunciou hoje que venderá 220 bilhões de ienes (1,607 bilhão de euros) em dívida para aumentar seu capital, a maior emissão de obrigações da história da fabricante.

A companhia deu início a medida para aceder a liquidez, após anunciar em maio uma perda líquida de 761 milhões de euros para o ano fiscal 2008, seus primeiros números vermelhos em 14 anos.

A emissão de dívida será estruturada em três partes: um grosso de 110 bilhões de ienes a um vencimento de 5 anos, 60 bilhões a 3 anos e 50 bilhões a 10 anos, segundo o comunicado publicado hoje pela Sony.

As obrigações terão uma classificação de risco de "A3", depois de serem reduzidas no mês passado um grau, para o quarto nível mais baixo em uma escala de dez.

As operações da Sony na divisão de câmeras e televisores sofreram especialmente com a queda das vendas pela crise e o iene mais forte, enquanto a empresa japonesa enfrenta novas despesas de reestruturação.

(Redação - IN)