OMS confirma 5.251 casos em 30 países

SÃO PAULO, 12 de maio de 2009 - A Organização Mundial de Saúde (OMS) informou nesta terça-feira que os casos confirmados da gripe A (H1N1) chegaram a 5.251, em 30 países, e que houve 61 mortes em consequência da epidemia.

Um especialista da Universidade de Hong Kong, Guan Yi, advertiu que o vírus "é muito instável" e que uma vez exposto a outros vírus, ele pode sofrer mutações", inclusive com uma possível combinação com o da gripe aviária. O pesquisador disse que a rápida expansão que o vírus teve na população mundial aumenta a possibilidade de uma união com o vírus da gripe aviária, o H5N1.

Três novos casos foram confirmados nesta terça-feira na Colômbia, informou o Ministério da Proteção Social local. O porta-voz do ministério, José Cardona, assegurou que os três novos casos confirmados correspondem a pessoas com idades entre 17 e 26 anos. Eles haviam viajado à Flórida e ao regressar apresentaram sintomas respiratórios agudos da doença e procuraram ajuda médica.

Na Espanha, o Ministério da Saúde informou nesta terça-feira que os casos confirmados oficialmente chegam a 100. Os 22 novos casos de contaminação foram produzidos no próprio território espanhol, enquanto os anteriores eram de pessoas que haviam viajado ao México. Outros 23 pacientes estão sob observação no país.

No Panamá, três crianças foram confirmadas como portadores da nova gripe. O número de infectados no país chegou a 18 pessoas.

(Redação - Agência JB Online)