Cuca e Juan são liberados pelo TJD

Julio Calmon, JB Online

RIO - Depois de seguidas derrotas no TJD, finalmente o Flamengo conseguiu vencer. Ameaçados de não participar da decisão do Carioca, Juan e Cuca foram liberados para a final. O defensor foi denunciado na quarta-feira por ter feito falta dura em Maicosuel e depois repreendido o adversário. O julgamento está marcado para terça-feira, dois dias depois da final. Por isso, a procuradoria entrou com um raro pedido de suspensão preventiva.

Nesta quinta-feira, porém, o presidente do TJD, Antônio Vanderler, indeferiu o pedido por achar que o dano ao Flamengo seria irraparável caso Juan fosse absolvido na terça-feira e não jogasse a final por causa da suspensão. Mesmo assim, o Flamengo se preparou para o pior. Caso o presidente não indeferisse o pedido, o clube entraria com um mandado de garantia no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) para que Juan pudesse jogar a final.

Já o técnico Cuca teve mais sorte do que nas duas vezes anteriores que frequentou o TJD nesta temporada e estará livre para comandar o time dentro de campo na final. Por unanimidade de votos, ele foi absolvido da acusação de infração ao artigo 188 (Manifestar-se de forma desrespeitosa, ou ofensiva, contra membros dos poderes das entidades desportivas ou da Justiça Desportiva).

Além disso, também nesta quinta-feira, ele conseguiu um efeito suspensivo da punição anterior de 90 dias, por ter participado da preleção dentro do vestiário na semifinal da Taça Rio contra o Fluminense. Antes de ser absolvido, o treinador pediu a palavra e se desculpou publicamente sobre o episódio em que acusou o presidente do TJD de ter mentido.

Devo ter entendido errado. Ele deve ter me dito que ia analisar e entendi que ele iria me dar o efeito suspensivo explicou Cuca no tribunal. Nunca tive a intenção de chamar alguém de mentiroso. Peço desculpa se ofendi alguém.

Antes de saber da decisão, Cuca andava deprimido por não poder dirigir o time do campo na partida decisiva. A amigos, teria dito que não ficaria no estádio após o final da partida caso o Flamengo conquistasse o título. Ele não poderia descer ao gramado e comemorar com seus jogadores por causa da suspensão.

O time enfrentou ontem 10 quilômetros de congestionamento na Via Dutra e fez o trajeto de Volta Redonda para o Rio em cerca de três horas e meia duas a mais do que o normal. Por isso, o treinamento que aconteceria à tarde foi cancelado. Do time titular, apenas Ronaldo Angelin e Fábio Luciano participaram de um treino físico e técnico.