Botafogo inspira comerciante em Saquarema

Fúlvio Melo, Jornal do Brasil

SAQUAREMA (RJ) - No caminho que dá acesso ao estádio Eucir Resende, em Bacaxá, onde o Botafogo está treinando, um carro chamava atenção. Um MP 500, modelo 1978, com distintivo e bandeira do time alvinegro recepcionava quem chegava à cidade.

Mandei fazer essa pintura em 1989. Já era Botafogo fanático, depois que o Maurício fez aquele gol não tive dúvidas e fiz essa homenagem conta Anderson Calheiros Marcelino, dono de uma mercearia.

Casado com uma flamenguista, o comerciante não está nem aí para as duas derrotas nos últimos anos. Segundo Anderson, o time vencerá domingo com raça e coração e o desfile em carro aberto será em Saquarema com seu carro alvinegro pelas ruas da cidade.

Ela torra minha paciência, mas domingo ela vai ver. Vamos ganhar de 3 a 1 e acabar de uma vez com essa história sonha ele.

A única frustração é não poder acompanhar o time mais de perto, mas a busca pela conquista continua. A paixão por carros só é vencida pelo amor ao Botafogo. Mesmo reconhecendo que o modelo consome muito combustível, Anderson não pensa sem vender o carro que virou marca alvinegra.

Ele é só para dar algumas voltas e comemorar as vitórias do time. Tenho medo de ficar a pé pelo meio do caminho frisa ele.

Para não perder o fôlego e ter uma pane seca na reta de chegada do Estadual, Anderson aponta os caminhos para o time de Ney Franco superar os rubro-negros.

Temos que marcar muito, porque o Victor Simões resolve.