Fla consegue R$ 10 milhões e vai pagar 2 meses de salários atrasados

Julio Calmon, Jornal do Brasil

RIO - A semana do clássico com o Vasco começou com uma boa notícia para os jogadores rubro-negros. O clube conseguiu um empréstimo bancário de R$ 10 milhões e deve pagar os dois meses de salários atrasados até quinta-feira. A notícia veio em boa hora na Gávea. É a última cartada da diretoria para tentar mobilizar os jogadores, retomando as rédeas que andam frouxas no clube. Os casos recentes de indisciplinas e a má atuação do time no Campeonato Carioca (mesmo tendo a melhor campanha na soma dos dois turnos e ser líder do Grupo B) têm deixado o torcedor e dirigentes preocupados.

A situação está ficando insustentável fora das quatro linhas. Agora, a pressão em cima da diretoria vem da arquibancada. No empate com o Tigres, sábado, e no jogo do time de basquete contra o Brasília, no domingo, os torcedores levaram faixas ao Maracanã e ao Maracanãzinho que exigiam o pagamento dos salários atrasados dos atletas do clube. Há também um clima de mal-estar entre os próprios torcedores e alguns jogadores, que foram acusados de fazerem corpo mole ao término do jogo de sábado. Situação que foi agravada após o técnico Cuca dizer que o time precisa correr mais.

Com salários na conta dos jogadores, integrantes de torcidas organizadas pretendem cobrar os jogadores no domingo, caso a equipe entre com a mesma apatia do empate com o Tigres, último colocado do Campeonato Carioca na soma dos dois turnos.

É uma injustiça falar que o time não está se dedicando. Tem dia que as coisas não acertam comentou Ibson, que tentou apimentar o clássico à Eurico Miranda. A gente pode perder para todo mundo, mas para o Vasco jamais.