Império Serrano abre os desfiles com muita animação na Sapucaí

Emerson Rocha, JB Online

RIO - A primeira escola de samba a desfilar na Marquês de Sapucaí, neste domingo de Carnaval, foi a Império Serrano. Os componentes estavam prontos para abrir o primeiro dia do Grupo Especial com grande festa. Antes de iniciar o desfile, uma sonora queima de fogos agitou os torcedores do Setor 1, do Sambódromo. A bateria da escola de Madureira fez o esquenta com a participação do cantor Arlindo Cruz, que interpretou seu mais novo sucesso "Madureira".

Com o enredo "A lenda das sereias e os mistérios do mar", a Império Serrano entrou na Avenida ovacionada pelos torcedores.

O destaque do início da apresentação é a comissão de frente, que está com cinco componentes em patinetes eletrônicos caracterizados de cavalos-marinhos. Eles formam os Guardiões Netunianos.

Mesmo com um bom início, escola de Madureira começou a apresentar algumas falhas nos quesitos Comissão de Frente, Harmonia, Conjuto e Mestre Sala e Porta Bandeira. O primeiro casal da agremiação cometeu alguns erros diante dos jurados, o que deve representar perda de pontos.

A bateria da Império foi o grande destaque do desfile. Com uma apresentação sem erros e abusando nas paradinhas, a ala garantiu a empolgação dos integrantes e dos torcedores.

As alegorias apresentaram alguns problemas de acabamento, mas contavam bem o enredo da escola.

A ala dos compositores desfilou com a fantasia "Saudação a Iemanjá". Reverenciando a deusa com os cânticos, a ala enche a alma de inspiração e poesia.

No final dos desfiles, os últimos integrantes foram aplaudidos pelos setores 11 e 13 na Praça da Apoteose.