Gaviões da Fiel explora velocidade e homenageia Ayrton Senna

Portal Terra

SÃO PAULO - O paradoxo entre velocidade e ousadia humana é o tema da Gaviões da Fiel no Carnaval paulistano de 2009. Com o samba-enredo Do limite de velocidade do homem sobre rodas ao fantástico mundo da Fórmula 1, a escola da torcida organizada do Corinthians, que entrou no Anhembi às 3h19 (de Brasília), fez homenagem ao ex-piloto Ayrton Senna, tricampeão mundial de F-1 e cuja morte completa 15 anos em maio.

Logo após o desfile da Acadêmicos do Tucuruvi, as cores preto e branco predominaram nas arquibancadas do sambódromo. Além das bexigas coloridas, os torcedores levaram ao Anhembi faixas de diversas sub-sedes da escola de samba corintiana, fundada em 1969, que tem quatro títulos do grupo especial.

Os destaques do desfile ficaram por conta das musas. Entre elas, a bela loira Tatiane Minerato, rainha de bateria, responsável por animar os ritmistas. Nos camarotes do sambódromo, o goleiro Felipe, que defendeu o Corinthians na tarde do último sábado, acompanhou o desfile das beldades.

O enredo do carnavalesco Zilkson Reis constrói a trilha do progresso tecnológico. Símbolo da escola, o gavião do carro abre-alas foi caracterizado em tom metálico e, em vez de patas, tinha um trem de pouso de avião como sustentação. A madrinha de bateria Lívia Andrade usava uma fantasia com letreiro eletrônico.

Quatro mil componentes, em 23 alas e cinco carros alegóricos, sambaram para tentar mais um título para a escola, que disputou o grupo de acesso em 2007, mas retornou à elite no ano passado. Além de sempre ser apontada como candidata ao troféu, a Gaviões rivaliza em especial com a Mancha Verde, escola de samba da principal torcida organizada do Palmeiras e que desfilou nesta sexta-feira.

No último carro alegórico, com bonecos, foi retratada uma das estrelas da constelação corintiana no céu: Ayrton Senna, ao lado do padroeiro São Jorge.

Fecham o segundo e último dia de desfiles em São Paulo as escolas Vai-Vai e Império de Casa Verde. Antes da Gaviões da Fiel, desfilaram Acadêmicos do Tucuruvi, Mocidade Alegre, Pérola Negra e Leandro de Itaquera, recém-promovida do grupo de acesso.