Cambistas vendem ingressos por até R$ 800 no Rio

Portal Terra

RIO - Às vésperas do Carnaval, o público que pretende assistir aos desfiles na Marquês de Sapucaí terá, via de regra, de se submeter ao esquema de cambistas, que chegam a cobrar R$ 800 por um ingresso de arquibancada para a exibição das escolas do Grupo Especial.

O serviço chega ao ponto de oferecer entrega em domicílio. Um sambista ouvido pelo Terra se intitula "o filé da Liesga", para as agremiações do grupo de acesso.

Os ingressos para os desfiles podem chegar a até R$ 100 na bilheteria da Marquês de Sapucaí, já com os tickets para assistir ao espetáculo de apenas três setores da arquibancada.

Setores mais próximos da passarela do Samba, como as cadeiras, estão esgotados desde o início de dezembro, quando o público teve a oportunidade de comprar por telefone. Nas mãos dos cambistas, no entanto, estes mesmos lugares podem ser adquiridos por cerca de R$ 300 reais.

- Eu trabalho aqui e vejo a polícia retirar cambistas do local. Eles não podem vender ingressos, mas estão por toda parte - afirma a funcionária da segurança patrimonial do Rio, Jacira Ferreira.