McLaren poderá recomendar pilotos para a Force India na F1

REUTERS

SILVERSTONE - O quadro de pilotos da equipe de Fórmula 1 Force India poderia mudar para 2009, agora que foi fechado um acordo de cinco anos com a escuderia McLaren/Mercedes, indicou o chefe da equipe, Vijay Mallya, nesta segunda-feira.

- Eles (McLaren) irão recomendar o que eles acham que é o melhor para a minha equipe e eu terei de decidir. E eu seria muito pressionado para ignorar o conselho deles - disse ele à Reuters na fábrica da equipe, em Silverstone.

- A primeira coisa é construir o carro. Se não tivermos um carro, então não há por que ter um piloto... Já estamos sendo um pouco pressionados, então precisamos focar no carro. O piloto vem depois e teremos essas conversas - acrescentou.

Mallya reiterou que a equipe não pretende "no momento" trocar seus pilotos, o italiano Giancarlo Fisichella e o alemão Adrian Sutil. Entretanto, ele não excluiu a possibilidade de fazer testes com outros candidatos.

A McLaren e a Mercedes têm diversos pilotos em suas listas, incluindo o escocês Paul di Resta, de 22 anos, e o experiente piloto espanhol Pedro de la Rosa. As especulações são constantes sobre suas aparições em um carro da Force India.

- Não vi nenhum detalhe sobre os pilotos ainda - disse Mallya, que na última semana dispensou o diretor da equipe Colin Kolles e o diretor técnico Mike Gascoyne, depois de encerrar o fornecimento de motores da Ferrari para a Force India.

- Eu tomei algumas decisões difíceis na última semana para essa equipe. Meu interesse é a equipe e ela tem que ir onde eu quero ir. Eu farei o que for preciso. Não há emoções envolvidas - afirmou.

Os novos parceiros irão fornecer motores e caixas de câmbio além dos chamados KERS (sistemas de recuperação energia cinética).

Além disso, Simon Roberts sairá da McLaren Applied Techonologies para se tornar o chefe de operações da Force India.

- Não há nada fora dos limites nessa parceria - disse o diretor executivo da McLaren, Martin Whitmarsh, quando perguntado sobre os pilotos.

- Faremos as propostas e recomendações que acharmos que ajudarão as perspectivas de um bom desempenho para a equipe. Suspeito que ele (Mallya) tenha alguns compromissos comerciais surpreendentes fora da Fórmula 1 e que espera que nós, como especialistas e profissionais da área, façamos tudo o que for recomendado para garantir um avanço.