Massa não terá ajuda dos brasileiros

Renata Machado, JB Online

SÃO PAULO - Fernando Alonso declarou, sem medo, de que prefere ver Felipe Massa como campeão mundial da temporada e, por isso, fará tudo que for possível para ajudar o ferrarista. Sua rivalidade com Lewis Hamilton e com a McLaren, com quem teve problemas ano passado, é assumida publicamente. Se a ajuda vem de um gringo, o que esperar dos conterrâneos? Nada, apenas torcida.

Ontem, em entrevista coletiva no autódromo, tanto Nelsinho Piquet como Rubens Barrichello disseram que esperam a vitória do brasileiro, mas nenhum se mostrou disposto a ajudá-lo.

- Meu carro não dá nem para me ajudar, quanto mais ajudar ao Massa, justificou Rubinho. - Até porque se eu fizesse alguma coisa para interferir ele não ia gostar. Mas Estou torcendo muito e acho que os brasileiros merecem essa vitória.

Nelsinho, da Renault, elogia os dois concorrentes ao troféu, mas não quer interferir na disputa.

- Os dois são muito bons e merecem, mas é claro que não vou entrar no caminho do campeonato mundial, não vou tomar partido. Não há nada que eu possa fazer.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais