Kassab evita polêmica sobre declarações de Lula

Luiz de França, Portal Terra

SÃO PAULO - O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, evitou comentar a defesa feita pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva da candidata do PT, Marta Suplicy. Segundo Lula, a campanha do democrata teria utilizado o episódio do comercial que questiona o passado de Kassab em seu favor e pintado a imagem da candidata petista como preconceituosa. - O presidente estava em um ato político, não cabe a mim tecer qualquer comentário.

O prefeito também minimizou a afirmação feita pelo presidente Lula de que não transferia dinheiro para Kassab ou Serra, e sim para a população de São Paulo.

- O recurso que eu também destino para o orçamento não é liberado para a gestão de Kassab, e sim para a cidade de São Paulo. E o presidente acertadamente transmitiu isso. Os recursos do governo federal são recursos que vêm para a cidade de São Paulo.

- Kassab afirmou que independente de quem for eleito, o presidente Lula e o governador Serra liberarão o volume de recursos necessário para a cidade.

Kassab recebeu com otimismo o resultado da última pesquisa Datafolha em que aparece com 53% das intenções de voto contra 37% de Marta Suplicy.

- Eu divido essa alegria com a excelente equipe que temos, com os aliados, com os nossos eleitores do segundo turno e com o governador José Serra, que é um grande parceiro da administração - afirmou.

Pouco antes de participar de um evento para mulheres no Centro da cidade, o prefeito considerou lamentáveis os recentes episódios envolvendo a Polícia Militar e a Polícia Civil. Perguntado se compartilhava da opinião do governador José Serra, de que a situação estava sendo manipulada politicamente para prejudicar sua campanha, Kassab disse acreditar que não.

- Se estiver, eu lamento muito. Eu não tenho elementos para afirmar isso. Mas, como disse o governador, eu também aqui posso dizer que, se tiver, eu lamento muito - afirmou.

Durante o evento, o deputado federal José Aristodemo Pinotti (DEM) lembrou o passado político do prefeito, cujo pai, Pedro Kassab, foi seu professor de física.

- Eu conheço o Kassab desde antes dele nascer. O pai dele era médico e para sobreviver dava aulas de física. E de quem tive o privilégio de ter sido aluno.