Para Kassab, Marta quer ganhar no tapetão

Portal Terra

SÃO PAULO - O candidato à reeleição para a prefeitura de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), comentou as ameças de sua adversária, Marta Suplicy (PT), de entrar com processo de impugnação de sua candidatura.

- Isso é querer ganhar no tapetão, disse o prefeito.

De acordo com asssessores da petista, o evento realizado nesta quarta-feira na linha 2 do Metrô, no qual Kassab repassou um cheque de R$ 198 mi ao governo do Estado para investimentos na rede metroviária, é eleitoreiro e, por isso, o prefeito deveria ter sua candidatura cassada.

Kassab reagiu às ameaças.

- Foi um evento eminentemente administrativo e eu tenho muita satisfação em entregar ao governo do Estado os recursos que ela sempre disse que nós não entregaríamos. Até o final da gestão entregaremos RS$ 1 bi. Na gestão dela, ela investiu recursos em túneis e jardins que acabaram sofrendo enchentes e alagamentos.

O prefeito falou ainda da crise entre as polícias e classificou como lamentável o fato de haver políticos ligados aos manisfestantes.

- Não acompanhei muito de perto, mas acho lamentável parlamentares e deputados ao lado de policiais armados fazendo uma manifestação. Faço um apelo a todos os envolvidos e aos coordenadores dos movimentos para que tenham bom senso.

Para kassab, o governador José Serra (PSDB) tem experiência suficiente e está preparado para solucionar a crise. As declarações foram dadas no final desta manhã, durante uma cerimônia em homenagem à ex-primeira dama Ruth Cardoso.

Estiveram presentes no evento o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o governador e o vice-governador de São Paulo, José Serra e Alberto Goldman, o secretário municipal de gestão, Clóvis Carvalho, o secretário de coordenação das subprefeituras, Andrea Matarazzo, o deputado federal Arnaldo Madeira, o secretário municipal de Cultura, Carlos Augusto Calil, e a vereadora soninha.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais