Ainda na briga, Kubica diz que tudo é possível

Portal Terra

SÃO PAULO - O polonês Robert Kubica, que está doze pontos atrás de Lewis Hamilton, atual líder da temporada 2008 de Fórmula 1, disse que ainda acredita no título e que agora 'tudo é possível'.

- A última corrida (disputada no Japão) mostrou que tudo é possível, de acordo com o tempo, com o safety car, com o primeiro acidente em Fuji. As disputas são imprevisíveis, portanto temos que fazer nosso melhor - afirmou.

Apesar de admitir que sua BMW não é rápida o suficiente para competir com Ferrari e McLaren, Kubica procura ponderar a vantagem de Lewis Hamilton e Felipe Massa, afirmando que precisa de menos do que os dois para vencer no Grande Prêmio da China, que ocorre neste domingo.

- A duas corridas do fim, doze pontos atrás do líder, penso que os dois pilotos à minha frente têm muito mais a perder do que eu tenho a ganhar - completou o polonês.

Com apenas uma vitória conquistada no campeonato, o competidor aproveitou para alogiar as melhorias técnicas de sua equipe, a BMW, e dizer que foi uma motivação a mais para que ele brigasse pelo título.

- Esta temporada foi muito boa para nós. Comparado ao último ano, fizemos um grande progresso. É por isso que ainda estamos na briga. Claro que nossa posição não é a melhor, porém ainda estou entre os três pilotos que podem lutar pelo título - finalizou.