Hamilton quer evitar 'deja vu' em busca por título em Xangai

REUTERS

PEQUIM - O piloto britânico Lewis Hamilton acredita estar em melhores condições de se transformar no mais jovem campeão da Fórmula 1 neste fim de semana, em Xangai, do que estava no ano passado, quando fracassou na tentativa.

Hamilton, 23, da McLaren, conquistará o título em sua segunda temporada na categoria se vencer a penúltima corrida do ano, no domingo, e se o brasileiro Felipe Massa, da Ferrari, terminar a prova em quinto lugar ou abaixo disso.

Depois da decepcionante corrida no Japão, porém, o britânico precisará da força mental de um campeão para percorrer a pista onde, em 2007, viu começar a ruir seu sonho e onde a Ferrari sempre conseguiu bons resultados.

- Estou otimista a respeito do futuro, afirmou Hamilton depois de uma largada ruim e uma colisão com Massa tê-lo impedido de conquistar pontos em Fuji, no fim de semana passado.

- Acho que vou estar bastante forte na China, neste fim de semana, e mais perto da Ferrari do que no ano passado. O mesmo vale para o Brasil. Sendo assim, essas próximas duas corridas podem oferecer aos torcedores algumas das disputas mais acirradas dessa temporada.

No ano passado, Hamilton precisava apenas terminar o Grande Prêmio da China à frente de seus rivais na corrida pelo título a fim de sagrar-se campeão. Mas o britânico acabou invadindo a caixa de brita, na entrada do pit lane, e viu evaporar a vantagem de 17 pontos que tinha em relação a Kimi Raikkonen (piloto da Ferrari que acabou por conquistar o título).

Neste ano, Massa, companheiro de equipe de finlandês, encontra-se cinco pontos atrás de Hamilton no momento em que há ainda 20 pontos a serem disputados nas duas últimas corridas. O brasileiro é assim o piloto da Ferrari com mais chances de vencer o campeonato. A boa notícia para Hamilton é que Massa tampouco se encontra em uma maré de muita sorte.

O brasileiro, 27, não subiu ao pódio nas últimas três corridas e também experimentou uma prova nervosa no Japão, colidindo com Sebastien Bourdais, da Toro Rosso, além de com Hamilton. Os dois culparam Massa pelos incidentes.

A Ferrari venceu três das quatro corridas já realizadas em Xangai, uma pista projetada por Hermann Tilke. E Massa estará motivado diante da possibilidade de virar campeão na última prova do ano, que ocorre no Brasil.

- Vamos nos dedicar ao máximo nas nossas duas últimas corridas, afirmou depois de ficar em sétimo lugar no Japão.

- Temos um grande potencial e precisamos fazer tudo o que for necessário para explorar isso.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais