Alckmin coloca família no último programa eleitoral

Portal Terra

SÃO PAULO - O candidato à prefeitura de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) colocou a mulher, Lú Alckmin, os dois filhos e o genro para participar do último programa eleitoral. A família apareceu sentada na sala de uma residência e fez depoimentos elogiando Alckmin. O candidato enfatizou, mais uma vez, que é o verdadeiro candidato do PSDB à prefeitura de São Paulo. Alckmin acusou o atual prefeito e candidato à reeleição, Gilberto Kassab (DEM), de ter feito acordos com outros partidos para aumentar o tempo de participação na televisão.

Marta Suplicy (PT), em seu programa, citou os números da última pesquisa Datafolha na qual ela lidera as intenções de voto. Afirmou que está mais madura e preparada para administrar a cidade e aproveitou para rebater as críticas sobre sua proposta de colocar internet sem fio em São Paulo. Segundo Marta, a proposta é viável, ao contrário do que dizem os opositores, e custaria R$ 65 milhões. A candidata citou o programa de governo do candidato do DEM em Salvador (BA) Antonio Carlos Magalhães Neto, que também promete internet grátis.

- Quando não copiam as minhas propostas, desqualificam", disse Marta. "O DEM da Bahia copia e o de São Paulo chia- finalizou.

Kassab aproveitou o último programa para enfatizar suas realizações na área da saúde. Segundo ele, uma pesquisa realizada pelo Ibope mostrou que 87% da população aprova a Assistência Médica Ambulatorial, conhecida como AMA, e os hospitais da cidade. O atual prefeito também enfatizou as últimas pesquisas de intenção de voto e disse que "só o Kassab pode derrotar a Marta.

Soninha Francine (PPS) afirmou que nunca pensou que seria candidata à prefeitura e garantiu que teve liberdade para expor suas idéias e não precisou mudar suas convicções para fazer campanha.