Alckmin critica Marta: PT prioriza projeto de poder

Portal Terra

SÃO PAULO - O candidato à prefeitura de São Paulo pelo PSDB, Geraldo Alckmin, voltou a subir o tom e fez novas duras críticas a sua maior adversária nas eleições municipais, a ex-prefeita Marta Suplicy (PT). Para o candidato tucano, o PT tem como prioridade um projeto para estar no poder.

- Meu projeto é para ser prefeito de São Paulo. Enquanto o projeto do PT é um projeto de poder. Ela (Marta) é candidata em 2008 e já está pensando em 2010, quando terá uma outra eleição - disse o candidato tucano.

Geraldo Alckmin disse ainda que o momento é oportuno para discutir a situação do povo de São Paulo.

- Temos que discutir o sentimento das pessoas e como a gente pode melhorar a vida dessas pessoas - completou.

Mais uma vez, Alckmin respondeu a declaração feita por Marta ontem, em que a petista dizia que se o ex-governador for eleito prefeito ele estará dificultando a eleição de José Serra para presidente da República em 2010. - Primeiro, a realidade da Marta é que ela está com medo da nossa parceria com a do Serra, que já deu certo. Em 2004 já vencemos as eleições e, segundo, porque recuperamos a prefeitura. E o que ela não quer é que a gente vá para o segundo turno, porque sabe que o quadro muda - declarou Alckmin.

Por mais de uma hora e meia, o prefeito visitou moradores e o comércio do bairro Jardim São Luis, zona sul da capital. Alckmin entrou em uma vila e ouviu muitas reclamações dos moradores, principalmente no setor da habitação. Para todos, Alckmin prometeu melhorar a moradia na região e anunciou que irá levar novas escolas técnicas para o bairro.