China se junta à Rússia por segurança portuária

Portal Terra

PEQUIM - A Região Autônoma da Mongólia Interior, no norte da China, fez um acordo com a Rússia para colaboração com a Olimpíada, através da realização de revisões de segurança portuária durante os Jogos, no mês de agosto.

Os funcionários de segurança fronteiriça das duas partes devem compartilhar informações sobre segurança, coordenando revisões de pessoas que atravessam a fronteira e devem unir as forças para manejar as emergências, bem como garantir a segurança do porto de Manzhouli durante os Jogos, segundo comentou o chefe de revisão fronteiriça do local, Zhao Dongfang.

- Assinamos um acordo com este propósito, disse.

- Os representantes de ambos os lados se reunirão durante 20 minutos durante o dia, e 40 minutos na noite, em caso de emergências de incidentes graves.

- Nos comunicaremos através de linhas telefônicas diretas se ocorrer algo importante.

Manzhouli é o maior porto ferroviário da China, operando 60% dos artigos comercializados entre os dois países por via terrestre.