De virada, Brasil vence República Dominicana no Grand Prix

JB Online

MACAU - Em uma reação espetacular, a seleção brasileira feminina de vôlei garantiu nesta sexta-feira, sua sexta vitória no Grand Prix, na abertura da terceira semana da competição em Macau, na China. Depois de estar perdendo por 2 a 0, o Brasil venceu a República Dominicana por 3 sets a 2, com parciais de 23/25, 22/25, 25/22, 25/23 e 15/9, em 1h55 de partida disputada no ginásio do Pavilhão Multiesportivo, que contou com a presença de um grupo de aproximadamente 30 brasileiros, formado em sua maioria por gaúchos e baianos, e que não pararam de incentivar o time.

Sheilla, com 26 pontos, sendo 21 de ataque e cinco de bloqueio, foi a maior pontuadora da partida. Pelo lado da República Dominicana, destaque para Bethânia, com 18 pontos 15 de ataque e três de saque.

A República Dominicana saiu na frente no primeiro set: 2 a 0, com pontos de bloqueio e de saque. E foi nestes fundamentos que o time caribenho chegou à vitória, principalmente com Bethania e Echeniche. O Brasil chegou a ter uma vantagem de três pontos - 6/3, 7/4 e 14/11. Daí para a frente, as duas equipes mantiveram um equilíbrio. As dominicanas chegaram a abrir uma vantagem de dois pontos - 20/18 e 23/21. O técnico José Roberto Guimarães decidiu colocar Fofão, que estreou neste Grand Prix, e Thaísa. Com o bloqueio funcionando com Sheilla e Walewska veio o empate. No saque da levantadora Echenique, a República Dominicana venceu por 25/23, em 24 minutos.

O time caribenho dominou o segundo set desde o início. A República Dominicana chegou a ter uma vantagem de seis pontos: 12/6. Com o marcador desfavorável em 15/18, Zé Roberto colocou novamente Thaísa no lugar de Fabiana. O Brasil ainda buscou uma reação, com Thaisa aparecendo bem nas jogadas pelo meio e no bloqueio. Fofão também foi um dos destaques da seleção brasileira. Mas, de novo com um saque potente, as dominicanas venceram por 25/22, em 27 minutos.

A partir do terceiro set, o Brasil dominou o jogo. Foi a vez do saque e do bloqueio brasileiros funcionarem. Sheilla, Thaisa e Mari apareceram bem na vitória por 25/22, após 25 minutos. O quarto set seguiu equilibrado até o marcador igual em 23 pontos. O bloqueio do Brasil foi o fundamento mais importante. Só neste fundamento, foram cinco pontos - com Walewska, Jaqueline e Thaisa. Vitória brasileira por 25/23, em 26 minutos.

No quinto e decisivo set, o time brasileiro não deu chances à equipe adversária. O Brasil chegou a ter a vantagem de sete pontos no placar, fazendo 9/2 e 10/3. O saque da seleção brasileira funcionou, assim como a defesa e os contra-ataques: 15 a 9, em 13 minutos.

O Brasil começou o jogo com Carol Albuquerque, Sheilla, Walewska, Fabiana, Jaqueline e Mari. Líber Fabi. Entraram ainda Fofão, Thaísa e Sassá.

A República Dominicana começou jogando com Echeniche, Vargas, Cabral, Rondon, Bethânia e Nuñez. Líber Castillo. Entraram também Caso, Del Rosário, Rivera e Rodriguez.

Neste sábado, o Brasil voltará à quadra para enfrentar o Japão. O jogo será às 3 horas (horário de Brasília).

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais