Kovalainen recebe alta e diz não se lembrar de acidente

REUTERS

MADRI - O piloto da McLaren Heikki Kovalainen disse nesta segunda-feira que não se lembra de nada sobre seu acidente no Grande Prêmio da Espanha, depois de ter recebido alta do hospital em Barcelona.

- Estou com uma leve dor de cabeça e com o pescoço duro, mas fora isso estou me sentindo muito bem - disse o finlandês em um comunicado, depois do pior acidente de sua carreira na Fórmula 1, no domingo.

- Meu foco é me recuperar o mais breve possível para passar na inspeção médica que pode me permitir correr na prova da Turquia - acrescentou o piloto de 26 anos.

- Não me lembro de nada do acidente, nem do que aconteceu depois - disse.

O Grande Prêmio da Turquia, quinta corrida da temporada, será em Istambul no dia 11 de maio, e Kovalainen terá de convencer a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) de que está pronto para competir.

A McLaren disse que o finlandês, que bateu enquanto liderava a prova do último domingo durante a parada nos boxes do companheiro Lewis Hamilton e das duas Ferraris, sofreu uma falha na roda que provocou o acidente.

A equipe disse que o piloto estava a 240 km/h quando o pneu dianteiro esquerdo estourou, mandando o carro em uma barreira de pneus a 130 km/h. Kovalainen sofreu uma desacelaração equivalente a 27g, ou 27 vezes o seu peso.

O diretor executivo da McLaren, Martin Whitmarsh disse que a força sentida é maior que a força experimentada no processo de ejeção de aviões caças militares.