Eurico explicou porque exigiu escalação de Alan Kardec

JB Online

RIO - Eurico Miranda explicou que exigiu de Romário a escalação de Romário por entender que Alan Kardec não merecia ser barrado. O presidente do Vasco também entende que o jovem atacante de 19 anos deve ser preservado e valorizado.

- Recentemente, eu recusei 4 milhões de euros pelo Alan Kardec. De repente, notei que queriam colocar toda a responsabilidade em cima deste jogador. Não achei justo. Não é fato dele não estar fazendo gols que faz dele o culpado pelas derrotas. Este não seria o motivo para se jogar toda a responsabilidade em cima do Alan Kardec. Quando eu soube que queriam colocar o Alan Kardec no banco, eu ponderei que não era justo. Como não foi possível o entendimento, exerci a minha condição de presidente e sempre farei isso quando for preiso, sempre pensando no melhor pelo Vasco garantiu Eurico Miranda, afirmando ainda que Alex Teixeira e Alan Kardec precisam ser valorizados por serem jogadores do Vasco e não de empresários 'algo raro atualmente no futebol brasileiro.'

O presidente do Vasco, porém, garantiu que a saída de Romário não modifica em nada a amizade que tem pelo Baixinho.

- Não tenho qualquer problema com o Romário. Somos muito amigos. Garanto que a amizade continua a mesma afirmou Eurico Miranda, garantindo que a estátua de Romário continuará em São Januário bem como a decisão de aposentar a camisa 11, sempre usada pelo Baixinho, quando defendeu o time de São Januário.

Ao ser indagado sobre um possível interesse do Flamengo em ter Romário de volta, Eurico Miranda demonstrou não acreditar.

- Não preciso do Flamengo para nada - afirmou o presidente do Vasco.