China vende produtos alcoólicos falsificados

Um quarto das marcas de bebida alcoólicas de origem européia vendidas na China são falsificadas, informou a Associação de Licor da União Européia.

Segundo Jamie Fortescue, diretor geral da Organização Européia de Bebidas Alcoólicas, um número significante de bebidas alcoólicas falsas vendidas na China apresenta sério risco para a saúde de consumidores do país e também para o lucro das indústrias.

O Ministro do Comércio da União Européia (UE), Peter Mandelson, negocia com a China a proteção dos direitos europeus de propriedade intelectual e segurança dos produtos importados para o bloco.

O padrão de segurança dos produtos é a chave das negociações comerciais. A China foi responsável por 9% das notificações do sistema da UE que fiscaliza a qualidade de alimentos e outros produtos.

A ligação entre oficiais de seguranças da UE e China é essencial para proteger ambos países de riscos contra a saúde e desastres financeiros causados por produtos falsificados.

De acordo com as organizações, as exportações de bebida alcoólicas da Europa, como uísque e vodca, atingiram ? 200 milhões em 2007,contra apenas ? 8 milhões em 1999.