Realização de lucros afeta negócios na Ásia

As bolsas da Ásia operam em queda nesta terça-feira, prejudicadas pela realização de lucros entre os investidores da região, que aguardam o início da reunião do Federal Reserve (Fed, banco central dos Estados Unidos), prevista para ocorrer hoje.

Os analistas asiáticos estão confiantes de que a autoridade monetária norte-americana reduzirá a taxa básica de juros em 0,25 ponto, para 4,50% ao ano. A possibilidade de corte eleveria o crescimento na economia dos EUA, principal destino das exportações asiáticas.

Os investidores realizam lucros nos pregões e as ações do setor financeiro estão entre as mais prejudicadas. Os papéis do Mitsubishi UFJ Financial recuavam há instantes 4,44%, enquanto os do Australia's Macquarie Bank perdiam 0,45%. Já os títulos do sul-coreano Kookmin Bank registravam há pouco queda de 3,4%.

Na contramão, o setor de energia é beneficiado pelos avanços nos preços do petróleo. O barril norte-americano registrou um novo recorde ao atingir os US$ 93,80. As companhias siderúrgicas também apresentam ganhos, impulsionadas pelos aumentos na cotação do ouro.

Entre os mercados da Ásia, o índice japonês Nikkei 225 iniciou a sessão em baixa de 0,25% e Seul abriu com queda de 0,20%. Já Hong Kong abriu com baixa de 1,90%, enquanto Xangai avançava 0,36% nos primeiros minutos do pregão.