STJD pedirá suspensão preventiva ao chileno Valdívia

Portal Terra

RIO - A Procuradoria Geral do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) entrará com um pedido nos próximos dias para suspender preventivamente o meio-campista chileno Valdívia, do Palmeiras, devido aos dois lances de agressão que aconteceram na partida contra o Vasco, neste domingo, em São Januário.

Na partida que terminou empatada por 2 a 2, o chileno foi flagrado pelas câmeras duas vezes agredindo jogadores vascaínos, sendo que na segunda delas, quando deu um soco no atacante Alan Kardec, foi expulso da partida pelo árbitro Evandro Roman.

Em contato com o Terra, o procurador geral do STJD, Paulo Marcos Schmitt, confirmou que já solicitou à Confederação Brasilera de Futebol as imagens da partida e pedirá a suspensão do jogador até a data do julgamento, que ainda não tem previsão.

- Assim que a súmula da partida for divulgada na Internet, denunciaremos o jogador por dupla agressão física, em função da gravidade das duas infrações - disse Schmitt, que confirmou que o outro lance, sobre o vascaíno Thiaguinho, e que não foi observado pelo árbitro, também será julgado.

A suspensão preventiva só é aplicada nos casos que o tribunal julgar que houve gravidade no ato, sendo que o tempo em que o atleta ficaria afastado será compensado em caso de punição.

Dessa forma, o Palmeiras, que já não terá o chileno na partida da próxima quinta-feira contra o Juventude, no Parque Antarctica, devido à suspensão automática, pode perder um de seus principais jogadores na reta final do Campeonato Brasileiro.